Páginas

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Quando as coisas são assim...

Não sei explicar bem como as coisas acontecem na nossa vida, muito menos o que motiva certas coisas a acontecerem. Só sei dizer uma coisa, odeio quando as coisas acontecem assim.
Odeio me sentir sozinha e desamparada, odeio ter que fazer as coisas por obrigação e odeio ter que sorrir quando minha vontade é bem contrária a isso.
Não consigo me sentir à vontade com certas situações. Não consigo ser simpática com quem me fere pelas costas, com quem fala de mim uma coisa quando não estou presente e outra na minha frente. Não posso ser legal com quem não é comigo.
Não gosto de cara amarrada. Não gosto de falta de educação, de falsidade, de estar junto por comodidade ou obrigação. Quero estar junto quando QUERO e não porque PRECISO estar. Não quero comodidade e sofrimento. Não quero sofrer querendo ser feliz. Prefiro não sofrer e não tentar ser feliz. Pelo menos me machuco menos, muito menos.
Ando com o coração na mãe a a alma em pedaços. Estou cansando disso, a ponto de desistir.

Um comentário:

Sayuri Okamoto disse...

não devemos desistir ainda pois ainda não acabou, só acaba quando a morte vem, e mesmo assim nova vida começa...


Lindas palavras

Abraços